PASTEIS DE BELÉM, O SEGREDO MELHOR GUARDADO DA PASTELARIA LISBOETA

Uma receita secreta guardada a 7 chaves, com origem no Mosteiro dos Jerónimos e já com um sabor célebre em todo o mundo. Assim se poderia descrever os Pastéis de Belém, um edificio que desde 1837 é uma instituição de Lisboa e um ponto de visita obrigatória para todos os que apreciam o sabor dos famosos pasteis portugueses com esse nome.

Todos os días, os mestres pasteleiros desse local preparam na “Sala do Segredo” o creme e a massa com que se elaboram os Pasteis de Belém, a um ritmo que em época alta pode alcançar 40.000 unidades diárias. Apesar da base do pastel ser o creme preparado com açucar, leite e gema de ovo, só 6 pessoas conhecem o segredo que está por detrás dos Pasteis de Belém. Não só a receita como também a forma de os produzir. E mesmo que se trate de uma sobremesa aparentemente fácil de elaborar, ninguém até hoje conseguiu aproximar-se do sabor dos Pasteis de Belém.

Por sorte, mesmo que a receita esteja ao alcance de poucos, todos os visitantes de Lisboa têm a oportunidade de disfrutar dos Pastéis. Podem-se comer simples ou acompanhados por açucar e canela a gosto.

Tranvia Porto
ELÉTRICO NÚMERO 1

Uma viagem ao passado, isto é o que propõem os elétricos que ainda operam na cidade do
Porto. A rede de elétricos da cidade foi inaugurada em 1872 e, apesar do passar dos anos estes veículos, que perderam presença frente ao metro e outros meios de transporte, hoje continuam a ser uma grande atração tanto pelo encanto do seu interior, como pelos seus trajetos.

Dentro das linhas que ainda operam na cidade do Douro, uma destaca-se precisamente pelo seu trajeto de meia hora paralelo ao rio, desde o bairro histórico da Ribeira, até o seu desembarque na Foz do Douro. Trata-se do elétrico nº1, que inicia o seu trajeto na Praça do Infante, a apenas uns metros do Bluesock Hostels para finalizar no Passeio Alegre, uma zona eminentemente residencial na qual é possivel disfrutar de um dia de praia.

E se ja te apaixonas-te por este meio de transporte histórico, não deixes de visitar o Museu do Carro Elétrico. Situado na antiga Central termo-eléctrica de Massarelos, que oferece aos visitantes a oportunidade de conhecer de perto a história e o desenvolvimento deste meio de transporte através de uma grande coleção de veículos entre 1872 e 1950.